quarta-feira, 18 de março de 2009

Celso de Melo: Liberdade provisória na Lei de Drogas

Celso de Mello critica Legislativo pela lei que proíbe liberdade provisória

O ministro Celso de Mello afastou a proibição prevista na nova Lei de Drogas (Lei 11.343/06) e deu liberdade provisória a uma mulher presa em flagrante em abril de 2008 com pedras de crack e maconha.

2 comentários:

advogadojunior disse...

o Ministro Celso de Mello é o ministro que eu mais admiro, mas fiquei com pé atrás depois do discurso que ele fez em defesa do Gilmar Mendes após conceder a liminar que determinou a soltura do Daniel Dantas!
em relação à liberdade provisória para os acusados de tráfico, eu li toda a fundamentação e mais uma vez o Ministro me convenceu!
Um abraço
João Lemes

Fábio Ataíde disse...

Depois de Cernicchiaro, ex-ministro do STJ, Celso de Melo é um dos que mais me agrada. Mas gosto mesmo é do estilo de Barbosa. Dá um sabor diferente, de realidade, ao STF.