terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Ministra da Justiça da França inaugura a greve com sinal trocado: a maternidade pede licença, literalmente


A ministra da Justiça Francesa, Rachida Dati, de 42 anos, está deixando os defensores dos direitos humanos de cabelo em pé. Digo o motivo. Ela, que é solteira, negou dizer de quem é o seu filho nascido recentemente (a imprensa desconvia que seja do irmão de Sarkozy). Até aqui quem tudo bem... Quando era jovem, a Ministra foi obrigada pelos pais argelinos a se casar... Até aqui tudo bem... Ela também anulou esse casamento arranjado... até aqui tudo bem...

Mais recentemente, Rachida (parece nome de alguma atriz da próxima novela das 8) resolveu chutar o balde da barraca, não somente porque preferiu a produção independente anônima, mas principalmente porque dispensou a licença maternidade a que tinha direito. Êêêêêêêpa! Trabalhar quando não se devia? A licença maternidade é uma conquista do Estado Social françês! Ela não pode dispensar tamanha conquista da sociedade ocidental, que o Brasil deseja estender aos homens.... Rachida voltou ao trabalho depois do quinto dia do nascimento de seu filho. Voltou normalmente, sem nem reclamar de dores nas costas. Cadê os direitos humanos? Onde fica o Estado Social francês? O aquecimento global está mudando o mundo? Essa mulher não tem marido, dizem as puritanas... A mãe entrou em greve.... LOGO UMA MINISTRA DA JUSTIÇA! A França é assim mesmo; a Ministra da Justiça francesa acaba de inaugurar a greve com sinal trocado, abrindo uma "crise"(estou exagerando) no caro Estado Social francês. O caso está dando o que falar....Já tem funcionário público na França pensando em começar a trabalhar...

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!! Bem, acredito que a Ministra esqueceu de que a adequada atenção ao bebê no início de sua sensível formação também é um dos propósitos da questionada licença. assim, cabe saber, agora, quem defenderá os direitos do bebê que pode ter o seu "início de formação"coprometido. Att. Marcos Bezerra

Fábio Ataíde disse...

Os direitos da infância estao sendo violados pela ministra da justiça. Ha supermercados na Europa em que a seção reservada aos animais domésticos cresce mais do que a seção de bebês (já li uma vez sobre esse dado e achei espantoso).

decaraparaodireito disse...

Tomei a liberdade de indicar seu blog em uma corrente do bem de blogueiros. Funciona assim: Deixei um prêmio para você no meu blog,o Prêmio 6 coisas, 6 links. É uma rede por meio de um meme, basta conferir lá e seguir as regras.

Abraço!
Rogério

Fábio Ataíde disse...

Rogério, ainda estou sem entender a corrente; adicionei o link de seu blog, que é muito legal. As regras da corrente no seu blog parece que estao incompletas (?!)