segunda-feira, 23 de março de 2009

Parabéns Mendes, o cidadão não começa onde termina o chefe de poder

Mendes está certo. Como chefe de um Poder, não precisa ficar falando como cidadão; o cidadão não começa onde termina o chefe de poder.

Vejamos as trocas de frases entre Lula e Mendes:


  • "Há uma lei que proíbe o governo de subsidiar esse tipo de movimento. Dinheiro público para quem comete ilícito é também uma ilicitude. Aí a responsabilidade é de quem subsidia"
Gilmar Mendes

  • "Quero crer que o ministro Gilmar Mendes tenha dado sua opinião como cidadão brasileiro. Quando houver um processo, ele se pronunciará como presidente do Supremo e dará o seu voto"
 Lula, 
sobre a opinião de Gilmar Mendes a respeito das invasões do MST


  • Por meio de sua assessoria, Mendes disse que falou como chefe do Judiciário "que tem responsabilidade políticas e institucionais inerentes ao cargo".
Gilmar Mendes






2 comentários:

João Lemes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
advogadojunior disse...

1 a 0 para o Presidente... do STF!!!